Estes sucos ajudam a tratar a doença de parkinson - Adilson Barroso Ambientalista

Inscreva-se no meu canal!

Estes sucos ajudam a tratar a doença de parkinson

doença de parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva. É causada por uma diminuição intensa da produção de dopamina, que é um neurotransmissor (substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas).

Entre os sintomas da doença de parkison estão rigidez muscular, perdas dos reflexos, lentidão de movimentos, tremedeira. Esse mal é causado pela degeneração das células nervosas do cérebro, o que gera deficiência de dopamina, um neurotransmissor.

O que é Doença  de parkinson (DP)?

A doença de parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva. É causada por uma diminuição intensa da produção de dopamina, que é um neurotransmissor (substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas). A dopamina ajuda na realização dos movimentos voluntários do corpo de forma automática, ou seja, não precisamos pensar em cada movimento que nossos músculos realizam, graças à presença dessa substância em nossos cérebros.

Qual é a causa dessa intensa diminui-ção na quantidade de dopamina?

Com o envelhecimento, todos os indivíduos saudáveis apresentam morte progressiva das células nervosas que produzem dopamina. Algumas pessoas, entretanto, perdem essas células (e conseqüentemente diminuem muito mais seus níveis de dopamina) num ritmo muito acelerado e, assim, acabam por manifestar os sintomas da doença.

A DP é genética?

Embora já sejam conhecidos alguns genes relacionados com a ocorrência da Doença de Parkinson, ela habitualmente não é uma doença hereditária. Apenas ocasionalmente há diversos casos da doença numa mesma família e, em geral, trata-se de casos com início precoce (abaixo dos 40 anos de idade). Assim, devemos entender que não há como definir um risco real para filhos de pacientes também virem a desenvolver a doença, ou seja, a presença de um doente na família não aumenta o risco da doença em nenhum indivíduo.

Quais são os sintomas da DP?

O quadro clínico basicamente é composto de quatro sinais principais: tremores; acinesia ou bradicinesia (lentidão e diminuição dos movimentos voluntários); rigidez (enrijecimento dos músculos, principalmente no nível das articulações); instabilidade postural (dificuldades relacionadas ao equilíbrio, com quedas freqüentes).

Fatores de risco da doença de parkinson

  • Alta exposição à poluição química (solventes, pesticidas e herbicidas);
  • Alta exposição a corantes e todos os demais aditivos alimentícios;
  • Reação a medicamentos como por exemplo tranquilizantes e antihipertensivos;
  • Contaminação por alumínio (panelas, antiácidos, alguns tipos de pó Royal, sprays e água da bica sem o tratamento adequado);
  • Contaminação por cádmio, chumbo e mercúrio (esse último por obturações de amálgama);
  • Contaminação por monóxido de carbono;
  • Arteriosclerose;
  • AVC;
  • Inflamações crônicas;
  • Alergias ocultas;
  • Ferimento na cabeça;
  • Neurotoxinas causadas por álcool e inflamações alérgicas das paredes intestinais.

Sintomas

  • Diminuição ou desaparecimento de movimentos automáticos (como piscar)
  • Constipação
  • Dificuldade de engolir
  • Babar
  • Equilíbrio e caminhar comprometidos
  • Falta de expressão no rosto (aparência de máscara)
  • Dores musculares (mialgia)
  • Dificuldade para começar ou continuar o movimento, como começar a caminhar ou se levantar de uma cadeira
  • Perda da motricidade fina (a letra pode ficar pequena e difícil de ler, e comer pode se tornar mais difícil)
  • Movimentos diminuídos
  • Posição inclinada
  • Músculos rígidos (frequentemente começando nas pernas)
  • Tremores que acontecem nos membros em repouso ou ao erguer o braço ou a perna
  • Tremores que desaparecem durante o movimento
  • Com o tempo, o tremor pode ser visto na cabeça, nos lábios e nos pés
  • Pode piorar com o cansaço excitação ou estresse
  • Presença de roçamento dos dedos indicador e polegar (como o movimento de contar dinheiro)
  • Voz para dentro, mais baixa e monótona
  • Ansiedade, estresse e tensão
  • Confusão
  • Demência
  • Depressão
  • Desmaios
  • Alucinações
  • Perda de memória

Sucos

Ingredientes

  • 2 beterrabas com os talos
  • 2 cenouras
  • 2 maçãs

Modo de preparo

Em uma máquina de fazer suco, processe as beterrabas, os seus talos, as cenouras, e as maçãs. Misture, despeje em copos e sirva. Rende de uma a duas porções.

Ingredientes

  • 3 ramos de salsinha fresca (Atenção: evite a salsinha durante a gravidez e em caso de inflamação renal)
  • 2 punhados de folhas de espinafre fresco
  • 1 punhado de agrião
  • 1 maçã

Modo de preparo

Em uma máquina de fazer suco, processe a salsinha com o espinafre, o agrião e a maçã. Misture, despeje em um copo e sirva. Rende uma porção.

Ingredientes

  • 2 xícaras de morangos frescos ou congelados
  • 2 cenouras
  • 1 laranja

Modo de preparo

Em uma máquina de fazer suco, processo os morangos com as cenouras e as laranja. Misture, despeje em um copo e sirva, dos sucos para tratar doença de parkinson alguns acham o mais gostoso, esta receita rende uma porção.

Ervas indicadas para o tratamento da doença de parkinson

Coronha: Coronha (Dioclea violacea M.), também conhecida como cipó-de-imbiri, coroanha, micunã, mucunã-açu, olho-de-boi e pó-de-mico, é tônica, calmante nervoso, parasiticida e formicida. É indicada para prevenir e remover sequelas do derrame (AVC) e no tratamento da epilepsia e do mal de Parkinson. Utilizar as sementes sempre submetidas ao calor. Fazer um chá com até um grama do pó da semente por xícara de água. Tomar apenas uma xícara ao dia.Erva-cidreira:Combate insônia, auxilia no tratamento de mal de Parkinson e atua como calmante.

Veja também:

Estes sucos ajudam a tratar a síndrome do intestino irritável

Inscreva-se no meu canal!


Melhores