Estes sucos ajudam no tratamento HIV/AIDS - Adilson Barroso Ambientalista

Inscreva-se no meu canal!

Estes sucos ajudam no tratamento HIV/AIDS

HIV é uma sigla para vírus da imunodeficiência humana. É o vírus que pode levar à síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). ... É quando dizemos que tal pessoa faleceu por causas relacionadas à AIDS.

HIV é uma sigla para vírus da imunodeficiência humana. É o vírus que pode levar à síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). … É quando dizemos que tal pessoa faleceu por causas relacionadas à AIDS – importante: ninguém morre “de AIDS”, mas por doenças oportunistas causadas pela falha no sistema imunológico.

Há grandes indícios de que o HIV seja originário dos primatas. Há também os relatos de práticas sexuais com esses animais logo no início do século XX. Este contato fez com que mercadores de animais e caçadores fossem uns dos primeiros infectados com um vírus fraco chamado de vírus da imunodeficiência símia (SIV), que seria rapidamente suprimido pelo organismo humano. Entretanto, a rápida transmissão desse vírus de pessoa para pessoa fez com que ele se desenvolvesse e virasse o HIV.

O que o HIV?

É o vírus da imunodeficiência humana ( human immunodeficiency virus — HIV). Este vírus é encontrado em fluidos sexuais como o líquido pré ejaculatório e o líquido lubrificante vaginal além do sêmen, leite materno, sangue.

Na Biologia, acreditamos que os vírus não sejam seres vivos. Seres vivos costumam ser classificados como seres que fazem funções vitais como respirar, alimentar-se, ter células. Nos vírus, estes comportamentos não são observados.

Todos os vírus são classificados como parasitas obrigatórios dos seres vivos, ou seja, só conseguem se produzir se infectarem um ser vivo. Os vírus são como uma correspondência: o envelope seria uma junção de membrana lipídica e proteínas que guardam o material genético do vírus ou o papel com a mensagem da nossa correspondência. O correio seria o modo de infecção, que ocorre através de contato vaginal, anal ou oral sem proteção e do compartilhamento de seringas contaminadas. No caso de mães que amamentam, seus bebês podem se infectar através do consumo do leite materno.

O que é a AIDS?

É a síndrome da imunodeficiência adquirida (acquired immunodeficiency syndrome — AIDS), ou seja, a doença que é adquirida através do vírus HIV. A AIDS praticamente tem sintomas que se assemelham a outras doenças bastante populares como gripe. Também acompanha mal estar, cansaço; logo, a pessoa nunca imagina que está com AIDS. A doença ataca o nosso sistema imunológico nos deixando fracos e susceptíveis a outras doenças.

Claro que até que a pessoa desenvolva de fato a AIDS passa-se um longe período. Longo até demais. A infecção aguda é conhecida como as primeiras semanas logo após a exposição ao vírus. Após duas semanas os sintomas aparecem de forma bem comum com outras doenças — o que pode aparecer e chamar mais atenção são feridas na boca e/ou genitais além de erupções na pele da região do tronco. Estes sintomas permanecem dentre uma a duas semanas após surgirem.

E por que não há cura?

Não há nada de interesses Illuminatis ou de qualquer teoria de conspiração. A cura da AIDS é complicadíssima — e vamos entender por que.

Os vírus só se reproduzem caso entrem em contato com algum ser vivo. O HIV ataca vários tipos de células, principalmente os Linfócitos T. A grande jogada do HIV é a forma como ele se reproduz dentro do paciente.

Dentro do HIV, há o RNA e a transcriptase reversa, uma proteína que ajuda o RNA, que é um material genético simples de uma fita só, a se transformar numa dupla fita assim como o DNA.

Quando o vírus entra em contato com uma célula, a transcriptase entra em ação. O RNA ‘se fantasia’ de DNA para poder entrar na célula sem ser notado. Assim, o RNA ‘fantasiado’ entra no núcleo de nossas células e fixa-se em nosso DNA, em nossa carga genética que há todas as nossas informações. Num piscar de olhos, a nossa célula se tornou uma máquina de fazer novos vírus que vão infectar outras células da mesma maneira. É por isso que não há cura: os pacientes ficam com seus materiais genéticos infectados com os materiais genéticos dos vírus. Destruir o material genético do paciente não é uma boa ideia.

Desde a descoberta, os esforços da Ciência em tentar reverter e até curar a AIDS têm sido notáveis. A 21º Conferência Internacional de AIDS, realizada ano passado na África do Sul, anunciou um medicamento que impede a infecção do vírus através de vacinação tendo como foco as pessoas mais vulneráveis. O remédio Truvada também vêm sendo apontado como um método preventivo eficaz junto com a camisinha.

Suco para tratar HIV e AIDS com alho

Ingredientes

  • 3 talos de aipo
  • 1 cebola
  • 1 dente de alho
  • 1 talo de brócolis
  • 1 maçã

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes em uma máquina de fazer suco e processe, logo após despeje em um copo e sirva-se.

Atenção: Esta bebida é bastante forte, só de preparar os olhos enchem de agua, mas é muito poderosa em ação antioxidante e antibacteriana.

ngredientes

  • 1 ramo de brócolis
  • 2 cenouras
  • 1 maçã

Modo de preparo

Coloque tudo em uma máquina de suco e processe até ficar homogêneo, logo em seguida coloque no copo e beba.

Ingredientes

  • 1 alho-poró
  • 2 folhas de couve
  • 2 cenouras
  • 2 maçãs
  • 1 dente de alho

Modo de preparo

Adicione todos os ingredientes em uma máquina de fazer suco e processe até ficar homogêneo, logo em seguida sirva-se.

Veja também:

sucos que ajudam a tratar a candidíase

Inscreva-se no meu canal!


Melhores