Se você sofre de insônia conheça essas plantas para dormir - Adilson Barroso Ambientalista

Inscreva-se no meu canal!

Se você sofre de insônia conheça essas plantas para dormir

Insônia é um distúrbio do sono caracterizado pela dificuldade em adormecer e manter o sono. É um transtorno extremamente comum que atinge 1 em cada 5 pessoa


Venha conversar comigo!

Primeiro vamos entender o que é a insônia:

Insônia é um distúrbio do sono caracterizado pela dificuldade em adormecer e manter o sono. É um transtorno extremamente comum que atinge 1 em cada 5 pessoas e que pode ser resolvido com o tratamento adequado.

A insônia é caracterizada pela dificuldade em pegar no sono ou permanecer dormindo. Em muitos casos, também pode dificultar quando a pessoa tenta voltar a dormir após ser acordada por algum evento externo. Suas causas estão relacionadas a maus hábitos, como uso de aparelhos eletrônicos e alimentos estimulantes logo antes de dormir, distúrbios psiquiátricos e até mesmo doenças.

Tipos de insônia

Apesar do estereótipo da pessoa que não consegue dormir de jeito nenhum, existem tipos de insônia que são classificados de acordo com o tempo de duração e causa:

Classificação de acordo com o tempo de duração

Quando se trata do tempo de duração ou frequência, a insônia pode ser:

  • Transiente: Dura apenas alguns dias e pode chegar até 3 semanas;
  • Crônica: Também chamada de longa duração, a insônia crônica é aquela que dura mais de 3 semanas;
  • Intermitente: É o tipo de insônia de curta duração que ocorre de tempos em tempos. Entre esses tempos, há períodos de sono regular e revigorante.

Causas da insônia

Saber o quê causa a insônia é o primeiro passo para se livrar dela. O problema é que existe uma infinidade de causas possíveis para o problema:

Estresse

O conceito de estresse é qualquer tipo de evento externo que altere o estado de equilíbrio do organismo. No caso da insônia, o estresse mental é um dos principais vilões.
Problemas em casa, no trabalho, situações maçantes que causam a exaustão, são todos fatores que contribuem para um nível aumentado de estresse que, por sua vez, pode impedir uma boa noite de sono para se recuperar de tudo isso.
De modo geral, insônias causadas por estresse são curtas, pois os períodos de estresse intenso não costumam durar muito.

Ambiente e hábitos inadequados

O ambiente onde se dorme é de extrema importância para que se possa ter uma boa noite de sono. Locais desconfortáveis, barulhentos e com muita luz dificultam bastante na hora de adormecer.

A luz atrapalha a produção de melatonina, substância conhecida como hormônio do sono, e a presença de outros estímulos chama atenção do cérebro, impedindo-o de descansar.

Transtornos mentais

Quando se trata de insônia crônica, a causa pode estar em um transtorno mental. Isso pode ser por conta do estresse que essas condições trazem, assim como disfunções na química cerebral, que influencia muito nos padrões de sono.

No caso da depressão, por exemplo, um neurotransmissor chamado serotonina pode estar em falta. Dentre outras funções, esse neurotransmissor é responsável pela regulação do sono e do humor.

Sintomas da insônia

Apesar de poder ser um sintoma em si, a insônia traz outros sinais que podem auxiliar no diagnóstico e reconhecimento do problema. São eles:

  • Dificuldade para pegar no sono;
  • Acordar frequentemente durante a noite;
  • Ter dificuldades para voltar a dormir ao acordar repentinamente;
  • Acordar mais cedo do que o esperado;
  • Sentir-se cansado mesmo após uma longa noite de sono;
  • Fadiga e sonolência durante o dia;
  • Irritabilidade, ansiedade e sentimentos ruins;
  • Dificuldade em manter a concentração;
  • Problemas de memória;
  • Prejuízo na coordenação motora;
  • Dores de cabeça;
  • Dificuldades para socializar;
  • Sintomas gastrointestinais (diarreia, constipação, náuseas etc.)
  • Preocupações quanto ao sono.

Esses são apenas alguns dos sintomas que podem decorrer da falta de sono causada pela insônia. Vale lembrar, no entanto, que cada organismo se comporta de uma maneira diferente e que você pode ter outros sintomas além desses, ou não apresentar qualquer outro fora a dificuldade para dormir.

Infusões e plantas para dormir melhor

Tomar um delicioso chá que nos permita descansar à noite pode parecer uma utopia.

Valeriana

É uma das ervas para dormir mais “famosas” devido aos seus efeitos sedativos. É usada desde a antiguidade (em Roma e na Grécia já conheciam suas propriedades relaxantes).

A valeriana é de origem asiática, ainda que cresça de forma abundante na Europa e na América. Seu extrato é usado tanto na indústria farmacológica quanto na fitoterapia.

Esta planta tem vários óleos essenciais com capacidades sedativas. Além disso, não só é efetiva para pegar no sono, como também para combater a ansiedade e o estresse.

Lavanda

Conhecida por sua bonita cor e seu perfume, a lavanda é uma erva muito relaxante e uma das melhores plantas para dormir melhor.
Consumir uma infusão desta planta antes de nos deitarmos é sinônimo de uma noite de descanso acolhedora e reparadora.

Além disso pode-se usar o óleo essencial de lavanda para perfumar os travesseiros e s roupa de cama: ela atuará como um sedativo natural.

Flor da paixão

Também conhecida como passiflora, esta planta é muito eficaz na hora de dormir, já que conta com propriedades soníferas naturais.

Por isso é recomendada para pessoas que não conseguem pegar no sono ou que acordam no meio da noite. É ideal para desfrutar de um descanso reparador, acolhedor e relaxante.

A flor da paixão, além disso, é usada como tratamento natural contra o estresse e a ansiedade.

Tília

Conhecida também como “tila”, é uma das ervas mais potentes para dormir devido aos seus efeitos sedativos. É relaxante, calmante e tranquilizante.

Além disso, tem propriedades diuréticas, por isso não é aconselhado seu consumo antes de deitar (ms sim durante a tarde).

  • A tília é antiespasmódica e por isso relaxa os músculos.
  • Reduz a pressão arterial e descongestiona as vias respiratórias.
  • Tem muitos componentes em comum com a valeriana.

Camomila

Reconhecida por suas flores brancas e amarelas e seu delicioso sabor nas infusões, a camomila pertence à família das margaridas e desde tempos antigos é usada em tratamentos calmantes essenciais.
Além de consumi-la em infusões, podemos conseguir extratos, cápsulas e óleos essenciais.
A camomila relaxa os músculos graças a um componente chamado apigenina (tranquiliza o sistema nervoso central).

Flor de lúpulo

Estas flores estão divididas em dois grupos: as masculinas e as femininas. Estas últimas, com forma de cone, são as aconselhadas para tratar a insônia de maneira natural. Têm uma boa quantidade de óleos voláteis que induzem o relaxamento cerebral.

As flores de lúpulo também servem para regular estados de ansiedade e de neurose.

Alecrim

Usado com frequência na cozinha para dar sabor aos pratos, o alecrim se caracteriza por seu intenso aroma.

É composto por flavonoides, minerais, óleos essenciais e fenóis. Todos estes favorecem o relaxamento muscular e ajudam a pegar no sono.

Erva de São João

É uma planta medicinal usada principalmente para tratar a depressão e a ansiedade, bem como para evitar a insônia e o sono leve ou interrompido.

A erva de São João aumenta a produção do hormônio serotonina no cérebro (o encarregado de regular o descanso).

Pode ser consumida como infusão ou em forma de cápsulas. Ambas as apresentações são conseguidas em lojas de produtos naturais.

Outras plantas para dormir melhor são:

  • Erva-cidreira
  • Hortelã
  • Verbena
  • Papoula

Veja também:

Conheça os diversos benefícios do Vick VapoRub

 

 

"Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico."

Inscreva-se no meu canal!

Curta nossa página!

Mais Visualizadas