Confira 11 repelentes naturais para proteger sua casa dos indesejáveis insetos

Inscreva-se no meu canal!

Confira 11 repelentes naturais para proteger sua casa dos indesejáveis insetos

Repelentes naturais

Para espantar alguns insetos indesejáveis, não existe somente a opção de repelentes industrializados. Você pode optar por repelentes naturais. E muitos deles também tem outras milhares de utilidades, assim como temperos, chás com poder de cura natural, ervas que podem ser utilizadas para banho terapêutico e etc.

Nessa matéria, reunimos 11 ervas, plantas e flores que podem solucionar os problemas para manter aqueles insetos indesejáveis bem longe de seu local sagrado de sono e principalmente de seus alimentos, garantindo higiene e proteção à sua família.

Confira:

Alecrim: afasta mosquito e baratas. É interessante plantar em seu jardim ou mantê-lo na varanda, quarto ou cozinha. O motivo da repelência é que esses insetos não gostam do aroma da planta e se afastam rapidamente.

Manjericão: mesmo tendo um aroma agradável, a erva tende a manter moscas longe. Experimente deixar manjericão fresco na cozinha e perceberá que elas se manterão longe de qualquer alimento.

Lavanda: mantém longe mosquitos, pulgas e traças. É interessante cultivá-las no interior e ao redor da sua moradia.

Louro: folhas de louro espantam baratas, traças e ratos  de seu ambiente. Pode-se manter filhas de louro em potes de arroz ou farinha e demais grãos

Hortelã: um ótimo repelente natural para os ratos. Ter algumas folhas de hortelã no armários e nos reservatórios de alimentos garantirá que os ratos passem bem longe. Além disso, esta erva também espanta as formigas.  Sendo assim, mantenha hortelã próximo aos potes de açúcar e outros tipos de doces.

Erva-doce: Repele pulgões, lesmas e caracóis. É aconselhável plantar em volta da horta.

Leia também: Acabe com os piolhos de uma vez por todas com essas receitas e dicas NATURAIS

Citronela: possui uma conhecida ação repelente aos insetos, principalmente ao Aedes aegypit, pode ser cultivada em vasos grandes, varandas e ao ar livre.

Mamona: auxilia na redução de mosquitos hematófogos, os que se alimentam de sangue.

Crisântemos: espantam carrapatos, baratas, traças pulgas besouros, ácaros, formigas, japoneses, piolhos e percevejos.

Capim-limão: parente da citronela, também  é um repelente natural de mosquitos.

Capuchinha: eficaz em afastar a mosca branca que ataca as couves.

E então de quais repelentes naturais você mais gostou? Conte para nós!

Inscreva-se no meu canal!


Melhores