Entenda a relação entre o alho e o diabetes: este componente pode ser seu tratamento natural

Inscreva-se no meu canal!

Entenda a relação entre o alho e o diabetes: este componente pode ser seu tratamento natural

Diabetes e alho - a combinação que dá certo


Venha conversar comigo!

O diabetes é uma patologia que provém do sedentarismo humano associado à má alimentação. O mundo de hoje realmente é corrido e quase não dá tempo de cuidar da saúde como seria o adequado, contudo, as consequências são severas:  falta de exercícios frequentes também contribuem com o surgimento de diabetes.

Pacientes que já sofrem com depressão e não dormem as oito horas indicadas por dia para um sono iela, são mais propensas ao risco de adquirir diabetes.  A dieta de quem sofre desta doença consiste em diminuir excesso de carboidratos e reduzir drasticamente alimentos que contenham açúcar. É importante também que o paciente evite ingerir leite, pois existe a possibilidade de produzir muco no organismo, causando infecções e outros males.

Você deve estar se perguntando onde o alho entra neste assunto. A verdade é que este ingrediente pode ajudar muito no tratamento da doença. Veja:

Leia também: Diminua sua taxa de glicose com este medicamento natural a base de cebola e limão

Alho cru: existem estudos que comprovam  que o alho eleva a secreção de insulina, que é hormônio que ransforma a glicose em energia, cotrolando o diabetes tipo 2. O consumo do alho cru diminui os niveis da glicose sanguínea. É recomendável consumi-lo regularmente.

Alho em cápsulas ou em óleo: estas opções são para quem se deagrada com o gosto do alho cru. Elas promovem os mesmos benefícios acima, porém vem em cápsulas ou em óleo. O ideal pe consumí-lo de 500 a 1000 mg  de óleo de alho diariamente. Isso significa que estará consumindo um a dois dentes crus ao dia.

Água de alho: Em um copo com 200ml de água, acrescente um dente de alho já picado.  Deixe agir durante a noite para que a água absorva as propriedades do alho.  Consuma ao longo do dia e troque o alho diariamente.

É importante ressaltar que não se deve exceder as quantidade indicadas, pois o consumo de alho em excesso  pode acrretar problemas digestivos e gástricos. Além disso, estas receitas não são indicadas para pacientes alérgicos ao alho, pessoas em situação pré e pós-operatório, gestantes, lactantes, e crianças de até quatro anos de idade.

 

"Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico."

Gostou desse vídeo? Então inscreva-se em meu canal!

Curta nossa página!

Mais Visualizadas