Vulvodinia: é a depressão da parte íntima feminina. Saiba mais sobre isso!

Inscreva-se no meu canal!

Vulvodinia: é a depressão da parte íntima feminina. Saiba mais sobre isso!

Vulvodinia

Existe uma espécie de angústia que a vagina adquire, chamada de vulvodinia. É considerada como uma depressão vaginal. Esse problema causa sintomas como: dor crônica, sensação de queimação, comichão, coceira e irritação. Por isso, a vulvodinia é confundida com infecções vaginais. Em alguns casos, a dor pode ser tão intensa quanto a dor do parto.

Existem muitas causas que acarretam a vulvodinia, a mudança frequente de parceiro sexual, casos de instabilidade emocional e até motivos como depressão decorrente de ruptura, ausência de sexo e tensão elevada. Esses fatores alteram o pH da vagina e a liberação de hormônios, o que afeta a saúde do organismo.

Outros fatores mais complexos que podem desemvolver a depressão vaginal são:  tratamentos com laser ou cirurgias na vagina,  irritação causada por dabonete e produtos de limpeza utilizada na lavagem de roupas íntimas, infecção por fungos, câncer ou doenças sexualmente transmissíveis.

Quando a vulvodinia se manifesta, a lubrificação e o odor ficam diferentes e os músculos da vagina se contraem, o que faz com que as mulheres entrem em um processo de ansiedade e estresse.

Leia também: Aprenda o banho de vapor composto por plantas medicinais que irá cuidar de sua saúde íntima

Por incrível que pareça, a depressão vaginal, é tratada por meio de remédios antidepressivos recomendados pelos médicos, o que apenas diminui o desconforto. Agora, o que realmente relaxa os músculos  é a prática sexual com responsabilidade, pois aumenta o fluxo sanguíneo e os níveis de colágeno vaginais.

Uma dica indispesável é cuidar da saúde emocional, isso diminui os riscos do surgimento da vulvodinia, no demais, é importante:

  • não aplicar sabão na vagina.
  • lavá-la apenas com água.
  • evitar cremes,desodorante feminino e óleo, pois irritam a área.
  • após urinar, lave apenas com água corrente.
  • vista roupas a base de algodão
  • evite roupas apertadas e incômodas para a região íntima
  • em hipótese alguma, use roupas sujas e/ou úmidas, para evitar fungos e bactérias.

 

Inscreva-se no meu canal!


Melhores