Você sabe o que é a Tripofobia? Conheça melhor este estranho transtorno em pessoas que sentem medo de buracos

Inscreva-se no meu canal!

Você sabe o que é a Tripofobia? Conheça melhor este estranho transtorno em pessoas que sentem medo de buracos

Tripofobia - o medo de buracos

É surpreendente, mas vem crescendo o número de pessoas que relaram um medo irracional de buracos. Esta condição é a chamada Tripofobia. Há pessoas que chegam a ter crises de pânico pelo simples fato de se deparar uma imagem qualquer que apresente um conjuunto de buracos.

A tripofobia consiste em um certo medo de padrões geométricos, especificamente de padrões criados pela natureza. Apear do “medo de buracos” ainda não ser listado no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, cientistas Geoff Cole e Arnold Wilkins, da Universidade de Essex, procuram explicar as raízes desse problema.

Os pesquisadores iniciaram sua pesquisa em imagens expostas no site Trypophobia.com e concluíram que não é especificamente dos “buracos” que as pessoas sentem medo. Mas sim,  da associação mental que elas estipulam entre os “buracos” e “perigo”. Então, esta base fez com que os cientistas buscassem as sensações de quem tem esta fobia.

Leia também: Já ouviu falar em Catagelofobia? Descubra se você é vítima deste mal

O estudo aponta que os tripófobos possuem medo em geral de “conjuntos de buracos” em plantas, na própria  pele, na madeira, plantas e em sementes, por exemplo. Os pacientes apresentam reações como: náuseas, tremores, suor repentino, aceleração cardíaca, salivação em excesso, coceiras e formigamento diante de imagens de buracos. Em alguns casos, imagens que mostram padrões geométricos com buracos podem até manifestar uma crise de pânico.

No estudo realizado, conclui-se que os buracos ou a imagem deles desencadeiam uma sensação no cérebro que associa a figura com a possibilidade do perigo. De forma geral, as pessoas são capazes de distinguir situações em que não há perigo, mas os pacientes  que possuem a fobia, associam as situações de forma inconsciente, resultando nas mesmas reações ao medo, sem que possam ser controladas.  É como uma pessoa que sente medo de barata, ainda sinta perturbações ao estar em contato com uma “barata de borracha” ou uma pessoa que tem medo de altura se incomode ao ver um filme que dê a sensação de que ele está no topo de um prédio.

 

 

Inscreva-se no meu canal!


Melhores