Você sofre de incontinência urinária? Aprenda exercícios para ajudar a controlar este mal

Inscreva-se no meu canal!

Você sofre de incontinência urinária? Aprenda exercícios para ajudar a controlar este mal

Incontinência urinária

A incontinência urinária é problema que afeta tanto homens quanto mulheres  de qualquer idades, etnia ou  níveis socioeconômicos. Entretanto, a maioria das pessoas que possuem este problema, possuem idade superior ou igual a 60 anos.

Este problema é caracterizado por uma anormaldade entre o esfincter e a bexiga. O normal é que exista uma coordenação entre os dois, permitindo que a bexiga enchaentre 400 ml e 500 ml, sem perdas repentinas de urina.  Quando ocorre este enchimento, o esfincter, que tem a função de controlar a saída da urina, fica contraído. Quando esvazia, o normal é o processo inverso,a bexiga se contrai e o esfincter relaxa.

A incontinência urinária ocorre quando essa sincronia não funciona adequadamente. Na maioria das vezes, essa disfunção se deve a fraqueza muscular de alguns dos órgãos. Apesar das dicas que o artigos de hoje traz, este problema necessita de um acompanhamento médico.

Existem práticas de exercícios que ajudam a amenizar e controlar o problema.  São técnicas para fortalecer os músculos que retém a urina, já praticadas na China Antiga. Uma delas, é a técnica Kegel, denominada e patenteada  pelo médico Arnold Kegel na década de 1980.

Leia também: O caroço de abacate é capaz de promover a limpeza dos rins, próstata e vesícula. Descobra como.

Este exercício consiste na contração e descontração de alguns músculos, que visam restaurar o tônus muscular e fortalecer o músculo para prevenir problemas de pavimento pélvico, contribuindo também para um maior conforto nas relações sexuais. Além de eficaz para inconctinência urinária, a técnica Kegel também ajuda mulheres que sofrem de prolapso vaginal.

Para praticar o exercício de kegel, é necessário antes esvaziar completamente a bexiga. Durante a saída da urina, interrompa uma vez o xixi para sentir e conhecer os músculos que você deve fortalecer. É importante que esta prática seja feita uma vez a cada tentativa para não prejudicar o funciionamento da bexiga.

Dessa forma, você já tem o conhecimento do exercício que deve praticar. Este mesmo movimento realizado para interromper a urina, é o que você irá praticar afim de fortalecer os músculos, sem precisar estar urinando.  Contraia-os por dois segundos e relaxe-os. Repita o procedimento dez vezes em uma série de até cinco vezes por dia. Logo, a diferença será notada.

Inscreva-se no meu canal!


Melhores