Saiba o que é a Hiperplasia Prostática Benigna e algumas formas naturais de lidar com esta doença

Inscreva-se no meu canal!

Saiba o que é a Hiperplasia Prostática Benigna e algumas formas naturais de lidar com esta doença

Hiperplasia Prostática Benigna

A Hiperplasia Prostática Benigna é  composta pelo aumento do número das células epiteliais e do estroma prostático. Esse aumento começa na zona periuretral da próstata devido a  proliferação das células do epitélio e do estroma, por consequência de inflamação e hormônios. Esta patologia acarreta sintomas no sistema urinário inferior, atingindo com mais frequências homens de meia-idade.

Além do tratamento oferecido pela medicina convencional, existem algumas maneiras alternativas de tratar o problema, aliviando os sintomas por meio de algumas ervas e vitaminas presentes em determinados alimentos.

Pensando nisso, trouxemos uma lista dos principais. Confira:

Curcumina: conhecida como açafrão, possui fitoquímicos ativos na raiz que proporciona excelentes efeitos sobre a saúde devido a sua atividade antioxidante e neuroprotetora, além de ativar positivamente o sistema imunológico, protegendo a próstata da Hiperplasia Prostática Benigna.

Leia também: Consuma a semente de abóbora e saiba de todos seus benefícios a saúde

Sementes de abóbora e a linhaça: estes grãos contém ácidos graxos que são capazes de reduzir a inflamação, além do zinco, que é um nutriente fundamental para a saúde da próstata. O extrato de semente de abóbora inibe o crescimento de células cancerígenas e hiperplásicas. As sementes de abóbora são muito utilizadas na medicina popular como remédio para problemas do rim, bexiga e próstata.  A inibição do crescimento de células doentes e a inibição do crescimento das células cancerosas de próstata, mama e cólon provam a eficácia das sementes de abóbora para o tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna. E mais: graças à falta de atividade androgênica, as aplicações de sementes de abóbora são cientificamente  seguras para a próstata.

Vitamina D: Alguns estudos mostram que a vitamina D3 e o câncer de próstata tem uma ligação capaz de exercer um tratamento: o estudo revela que pacientes com câncer de próstata que apresentam níveis mais altos de vitamina D3 tem mais chances de sobrevivência do que os pacientes com baixos níveis de vitamina D3.

Urtiga: carrega esteróis que diminuem a ação da dihidrotestosterona (DHT), a responsável pela elevação da próstata.

 

Inscreva-se no meu canal!


Melhores