Conheça cinco tratamentos naturais e caseiros para amenizar a estomatite aftosa

Inscreva-se no meu canal!

Conheça cinco tratamentos naturais e caseiros para amenizar a estomatite aftosa

Estomatite Aftosa

Chama-se “estomatite aftosa” quando  surgem diversas feridas na boca, gengivas, língua, interior das bochechas estendendo-se pelo esôfago e garganta. Geralmente, estes sintomas duram cerca de dez dias. Esta doença pode acarretar todas as idades, principalmente em crianças. É decorrente de períodos de estresse intenso  ou baixa imunidade.  Ingerir bebidas alcoólicas e o consumo de cigarros também contribuem para o surgimento da doença.

Neste período, os sintomas que mais incomodam são:

  • dores;
  • pequenas úlceras;
  • febre;
  • cansaço,
  • ressecamento;
  • vermelhidão bucal.

Contudo, existem algumas alternativas naturais para o controle da estomatite aftosa compostos de enxaguantes e chás. Componentes como própolis. hidraste e cravo-da-Índia podem contribuir com a solução deste problema.

O tratamento natural alivia sintomas do ciclo de feridas e, junto a uma higiene bucal adequada, desde a escovação até o uso de antisséptico, o resultado é imediato e eficaz.  Confira a listagem a seguir que oferecem alternativas naturais de cura:

Leia também: Você sabia que Doril é uma erva? Além de curar dores de cabeça, é eficaz ao fígado, bexiga e estômago. Confira!

Enxaguantes de carqueja: misture um litro de água e 60 gramas de carqueja. Deixe repousar por 15 minutos e faça bochechos com este líquido sempre que escovar os dentes.

Enxaguantes de alfavaca seca: misture um litro de água e 50 gramas de alfavaca seca. Deixe repousar por 15 minuto e realize bochechos com o líquido diversas vezes ao dia.

Gargarejo com chá de hidraste: devido às suas propriedades antimicrobianas, adstringentes e anti-inflamatórias. , este procedimento é eficaz no tratamento da estomatite aftosa se feito várias vezes ao dia.  Deposite em uma panela com água fervente, uma xícara da raiz de hidraste. Tampe e aguarde quinze minutos. Após este procedimento, coe o chá ainda morno e  gargareje para que o líquido entre em contato com a área afetada.

Fermento e própolis: misturar fermento lático e própolis, aplicando-os nas lesões diminuirá a dor e fará com que as aftas desapareçam.

Sal marinho:  apesar de limpar e cicatrizar feridas, o sal marinho também provoca uma ardência intensa durante o tratamento. Misture-o com água morna e faça bochechos três vezes por dia.

Caso os sintomas não desapareçam, o  aconselhável é procurar um médico.

Inscreva-se no meu canal!


Melhores