Cohosh Negro: excelente tônico estomacal e aliado no combate dos sintomas da menopausa. Confira!

Nos ajude vencer esse prêmio!

Influenciadores Digital 2018

Cohosh Negro: excelente tônico estomacal e aliado no combate dos sintomas da menopausa. Confira!

Cohosh-preto

O Cohosh Negro é uma erva excelente para o tratamento da menopausa e para aliviar dores associadas à síndrome pré-menstrual. Acontece que é um remédio natural, que serve para tratamentos hormonais, por isso que alivia sintomas da menopausa, principalmente as incômodas ondas de calor e os suores da noite.

Possui ácido salicílico e anti-inflamatório –  ingrediente ativo da aspirina – além de isoflavonas,  glicosídeos de triterpeno,amidos e açúcares,  ácidos aromáticos, taninos, resinas e  ácidos gordos.

Esta planta  recebe o nome científico de Cimicifuga racemosa e também é conhecida como black cohosh ou cimicifuga. Ela pe pertencente a família Ranunculaceae.
Os nativos americanos usam desde os primórdios para más condições femininas e problemas musculares, entre eles,  fadiga e artrite. Ela também é eficaz para curar dores de garganta. Ela também age como um tônico estomacal tornando o órgão mais leve, o que faz com que melhore a absorção de nutrientes e remova  resíduos por meio do sistema digestivo.

Leia também: Schisandra: conheça os principais benefícios das bagas desse fruto para a saúde em geral

É lembrada por ser importante na saúde da mulher pelo fato de restabelecer menstruações saudáveis, contração uterina pobre, reduzir as dores provenientes de cólicas menstruais, normalizar a secura vaginal e amenizar a irritação e congestão na região do útero, vagina e cerviz. Além disso, ele também age diretamente na variação de humor, equilibra a umidade vaginal e acalma os períodos de palpitação. Também é usado para amenizar a enxaqueca proveniente da menopausa e os problemas com o sono.

Uma das  propriedades do  Cohosh Negro  é a ação anti-inflamatória. Devido a este fato,  pode ser usado para amenizar os sintomas da artrite, mas também há relatos de uso em casos de amenorreia, colite, bronquites, tosses, convulsões, depressão, debilidades, tuberculose, dismenorreia, reumatismo, epilepsia e orquite.

É muito importante que, antes de usar o cohosh negro, consulte-se um médico, pois  uso excessivo do Cohosh Negro pode irritar o sistema nervoso, provocar náuseas, indigestão, dores de cabeça, diminuição da pressão arterial e aumento da pressão interocular.

Também não deve ser utilizado no período a gravidez e  de amamentação.

"Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico."

Inscreva-se no meu canal!

Curta nossa página!

Mais Visualizadas