Conheça cinco ervas que são calmantes naturais capazes de substituir tratamentos industrializados

Inscreva-se no meu canal!

Conheça cinco ervas que são calmantes naturais capazes de substituir tratamentos industrializados

Ervas que são calmantes naturais


Venha conversar comigo!

Calmantes Naturais: Hoje em dia, as pessoas vivem em um “ciclo de correria” que acarrtam prejuízos para qualidade de vida e para a saúde, principalmente para a psicológica. Quantas pessoas que você conhece não são refém de calmantes industrializados? Claro que existem doenças psicológicas que o tratamento com remédios é quase que indispensável, mas estamos aqui para ajudar a tratar problemas da forma mais natural possível, preservando a sua saúde.

Os calmantes naturais, também são muito consumidos, principalmente em casos de estresse, ansiedade e depressão, doenças causadas ao cansaço da rotina ou por alguma deficiência de produção de substâncias responsáveis pelo equilíbrio do humor no cérebro.  Geralmente, são receitados ansiolíticos, que interrompem a ansiedade e tratam a depressão.

Pensando em uma alternativa para evitar o uso em excesso de calmantes, trouxemos algumas opções de  fitoterápicos, ou seja, remédios aturais a base de   plantas que atuam de forma semelhante aos calmantes industrializados, mas sem os mesmos efeitos colaterais e o risco de dependência.  Confira as principais ervas calmantes:

Leia também: Saiba como usar o leite de magnésia como um desodorante totalmente natural

Lúpulo: esta planta tem propriedades diuréticas,  relaxantes, calmantes, antissépticas e antibacterianas e ajuda no tratamento da aniedade, agitação e perturbações do sono.

Melissa: Também chamada de erva-cidreira, possui óleos essenciais com o leve poder de acalmar os ânimos, graças ao seu efeito espasmolítico,  sonífero, sedativo, calmante e  digestivo.

Camomila: Por conter substâncias como  ácido antêmico, tanino, cânfora e  óleo essencial, a flor pode ser usada colocada dentro do travesseiro antes de dormir para agir no  combate à insônia. Seu poder calmante também trata a ansiedade e o estresse e ansiedade.

Erva-de-São-João: é importante que a utilização da erva de São João seja feita com orientação médica, principalmente se for usada junto à medicamentos. O extrato  melhora o humor e reduz a ansiedade e insônia associadas à depressão.

Passiflora: Trata-se de uma espécie de maracujá que auxilia no controle de  crises de depressão e  ansiedade. Suas ações principais são: antiespasmódica,  sedativa, relaxante, antidepressiva, analgésica e hipotensora que podem induzir o sono e proporcionar o efeito relaxante aos músculos.

 

"Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico."

Gostou desse vídeo? Então inscreva-se em meu canal!

Curta nossa página!

Mais Visualizadas