Ardência vaginal: como resolver ete problema usando óleo essencial de malaleuca

Inscreva-se no meu canal!

Ardência vaginal: como resolver ete problema usando óleo essencial de malaleuca

Banho de assento para ardência vaginal

A ardência vaginal pode ser resultante da candidíase – Monoliase Vaginal –  que é uma infecção acarretada por um fungo chamado Cândida ou Monília. O sintomas são: ardência, corrimento causa  e  irritação na mucosa vaginal. Ela não é considerada  uma doença sexualmente transmissível, uma vez que pode ser adquirida, mesmo sem relações sexuais ou íntimas.

O fungo pode se desenvolver na flora vaginal quando há queda da resistência do organismo, ocasionando sua ploriferação e a manifestação dos sintomas, que são quase que insuportáveis para qualquer mulher.

Neste artigo, conheceremos um ecelente banho de assento  para diminuir a ardência na vagina causada pela candidíase. Este banho é feito a partir do óleo essencial de Melaleuca Alternifolia. Esta erva tem propriedades antifúngicas que agem contra a candidíase e seus sintomas.

Leia também: A planta Vinagreira pode ser considerada a melhor amiga da saúde da mulher. Confira!

O banho de assento é recomendado em preencher uma grande e limpa bacia com ingredientes necessários  e se manter sentado dentro desta  por alguns minutos, para que os componentes possam agir nas regiões genitais, aliviando a ardência vaginal.

No caso específico para amenizar a ardência vaginal, é necessário depositar na bacia a ser usada para o banho de assento um litro de água morna e cinco gotas de óleo essencial de malaleuca. A paciente deve ficar sentada com a região afetada submersa por aproximadamentetrinta  minutos e realizar uma lavagem vaginal com a mesma água.

Depois do procedimeto, é altamente recomendável que a paciente adicionar uma gota de óleo essencial de malaleuca em um absorvente interno, introduzindo-o no mesmo dia, para fortalecer a ação. Pode-se usar o mesmo banho de assento em casos de coceira e corrimento vaginal.

aso os sintomas persistam o ideal é procurar ajuda de um médico ginecologista que pode guiar a paciente a um tratamento completo e adequado.

 

"Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico."

Inscreva-se no meu canal!

Curta nossa página!

Mais Visualizadas