Conheça tudo sobre as margaridas - Adilson Barroso Ambientalista

Inscreva-se no meu canal!

Conheça tudo sobre as margaridas

As margaridas são flores muito populares por sua delicadeza e por serem bastante usadas em jardins e decorações de casas. No último ano, ela ganhou ainda mais destaque, tanto que vimos muitas roupas com essa estampa. A margarida é aquela que encontramos nos campos a caminho da casa de nossos avós no interior, andando pela cidade, aquela florzinha tão simples e ao mesmo tempo tão encantadora. Um dos pontos positivos é que não precisa de nenhum esforço para seu cultivo, já que ela é uma planta que se adecta  muito bem em qualquer ambiente e não precisa de cuidados especiais.

As Margaridas são semelhantes àquele tipo de pessoa encantadora, irresistíveis. Quem resiste ao seu charme e beleza? Ela é encantadora seja onde estiver. Na primavera ou no inverno ela atrai os olhares do mundo. Quem nunca perdeu um tempinho fazendo o bem-me-quer-mal-me-quer? Essa flor é sempre utilizada pelos apaixonados que estão em dúvida se seu amor será ou não correspondido. Vemos esse tipo de cena em muitos filmes, novelas e até desenhos! No mundo, há mais de 20 mil variedades da planta como a margarida-olga, céu-estrelado, Margarida-de-paris, dentre outras as quais sempre se destacam por sua simplicidade e variedade em diversos lugares do mundo.  Originária da Ásia e Europa, medem até 60 cm de altura e são flores campestres. Por ser de fácil cultivo, ela é uma das flores preferidas de floriculturas e apreciadores, podendo ser encontradas nos diversos campos do Brasil sem precisar ser semeada pelo homem. 

A planta pertence à família das Asteraceae, são “parentes” dos Girassóis e crisântemos, fazendo assim, uma reunião de vários tipos de flores que se desenvolvem de formas diferentes.

As margaridas gostam muito de sol, portanto, devem ficar posicionadas em local com iluminação o dia todo, ou pelo menos uma parte do dia. Por serem plantas de calor, não é necessário colocar muita água na hora de regar, bastando apenas deixar a terra úmida. Em caso de grandes plantações, é aconselhável separá-las quando aglomerações forem perceptíveis, para evitar a competição por nutrientes.

Outro cuidado importante para garantir flores mais belas e radiantes está no adubo. Para evitar gastos maiores, um composto de restos de alimentos orgânicos complementado com algum fortificante com fósforo já é o suficiente para deixar a planta saudável, condição que é refletida em talos e folhas verdes e firmes.

Alguns sinais de que há algo errado com a planta são folhas amarelas, que podem indicar falta de vitamina ou alguma praga, e também flores mortas antes mesmo de abrir, sinal de falta de água, sol ou adubo.

"Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico."

Inscreva-se no meu canal!

Curta nossa página!

Mais Visualizadas