Acariçoba-miúda: a planta que irá salvar sua pele das temidas manchas

Nos ajude vencer esse prêmio!

Influenciadores Digital 2018

Acariçoba-miúda: a planta que irá salvar sua pele das temidas manchas

Acariçoba-miúda

Também conhecida como cicuta-falsa, a acariçoba-miúda, de nome científico: Hydrocotyle leucocephal vem da família das Apiaceaes, e é uma planta rasteira e muito conhecida e usada  no tratamento de dermatoses e manchas de pele.

Suas folhas tem formtatos que lembram um coração, são pequenas e brancas, as toda a planta tem benefícios que podem ser aproveitados. Costumam aparecer em maioria nas regiões de clima úmido e quenteo.

O uso da acariçoba-miúda no tratamento de lesões cutâneas é muito antigo, mas foi somente a partir do século XIX que essa planta  teve sua eficácia comprovada, como portadora de um alcaloide capaz de rejuvenecer glândulas endócrinas, os nervos e o cérebro.

Entre tantos, confira os benefícios desta planta:

Leia também: Saiba o que é o molusco contagioso e aprenda quatro receitas naturais para tratá-lo e combatê-lo

  • Possui função diurética,
  • É desobstruente do fígado,
  • Tem capacidade aperiente:  estimula o apetite,
  • Possui priopriedade tônica: aumenta a energia do corpo
  • Trata diversas doenças de pele.

A planta pode ser usada de forma interna e externa. No uso externo, a planta inteira cozida é usada para: clarear sardas e demais manchas. Também serve para o tratamento de morfeia, dermatoses, erisipelas, escrófulas e sífilis. No uso interno, usa-se a raiz cozida, em afecções de fígado e baço ou em casos de hidropisia, reumatismo e diarreia.

Para uso Interno, o ideal é a decocção (cozimento) da raiz, mas nunca das folhas, pois as mesmas são venenosas se ingeridas. Deve-se cozinhar a raiz por, aproximadamente, dez minutos e ingerir caso haja necessidade.

No caso de uso externo, usa-se decocto da erva toda para agir em combate de  sardas e demais manchas na pele. Deve-se preparar o chá usando  50 gramas da açariçoba para um litro de água. Em seguida, friccione, com ajuda de uma gase, nas áreas  afetadas.

É importante lembrar que  a ingestão excessiva deve ser evitada   ou pode provocar vômitos e sintomas de envenenamento, como confusão mental, sono, enxaqueca, enfraquecimento dos membros e cefalalgia.

"Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico."

Inscreva-se no meu canal!

Curta nossa página!

Mais Visualizadas